Setor de serviços de SP cresce e turismo tem alta de 7,4% nos 5 primeiros meses do ano

De acordo com o IBGE, aumento foi no setor de serviços foi de 1, 6% em relação ao mesmo período de 2022

sex, 14/07/2023 - 9h48 | Do Portal do Governo

O setor de serviços cresceu nos primeiros cinco meses deste ano em relação ao mesmo período do ano passado tanto em volume quanto em receita nominal, de acordo com a Pesquisa Mensal de Serviços, feita pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

No acumulado de janeiro a maio de 2023, o estado aumentou os serviços em 1,6% em relação a 2022, contribuindo para o resultado positivo do setor no Brasil, destaca o órgão. Já a receita nominal cresceu 7,9% no período analisado.

O setor de serviços é subdividido em cinco categorias. O maior aumento de volume, de 4,8%, foi registrado nos serviços prestados às famílias (como alojamento e alimentação); seguido por 2,4% de aumento nos serviços de informação e comunicação; 1,3% nos serviços profissionais, administrativos e complementares (como turismo) e nos serviços de transportes, serviços auxiliares aos transportes e correio. A categoria outros, que engloba esgoto, atividades financeiras e imobiliárias, teve queda de 1,2%.

Quando se avalia a receita nominal, todas as categorias cresceram.

De acordo com o IBGE, o turismo teve um grande destaque nos serviços neste começo de ano tanto no país quanto no estado. No acumulado de janeiro a maio de 2023, o agregado especial de atividades turísticas expandiu 7,4% no estado em relação ao mesmo período de 2022.

O titular da secretaria de Turismo e Viagens do Estado de São Paulo (Setur-SP), Roberto Lucena, afirma que a expectativa é que o ano de 2023 seja promissor para o setor, com um desempenho maior do que os últimos cinco anos.

“O Turismo gera incontáveis empregos diretos e indiretos. Estamos trabalhando em parceria com os municípios, desenvolvendo novos eixos de Turismo, como o Gastronômico e o Rural”, ressaltou Roberto de Lucena.

Empregos

Segundo a Fundação Seade, o resultado está relacionado ao aumento da criação de vagas de carteira assinada no setor de serviços em 2023. Das 240 mil novas vagas criadas em 2023 (jan-maio), 144 mil foram do setor de serviços – mais de 60% dos postos.

No período, os recordistas de empregos foram os serviços prestados na área de logística, como auxiliar de logística, administrativo e motorista de caminhão, de acordo com a instituição. Outras profissões que aparecem no topo do ranking são faxineiros, cuidadores de idosos, monitores de transporte escolar e cozinheiro geral.